Apresentação

Nesta primeira aula aprenderemos sobre a Parábola do Semeador de uma maneira interativa e lúdica, utilizando exemplos do contexto da criança, atividades artísticas e experiências com a natureza. Crianças pequenas possuem pensamento mais concreto e têm dificuldades de absorver conceitos abstratos como “ter fé” ou “seguir a Cristo”. Portanto, as discussões trabalharão estes temas e ações cotidianas de cuidado com o nosso coração, tornando-o solo fértil para a Palavra de Deus, para o bem e para a sabedoria cristã.

Leia o post sobre esta série de estudos cristãos para crianças

Visite a página da Escola Dominical com outras lições disponíveis

Objetivos

  • Aprender a Parábola do Semeador (Mateus 13, Marcos 4).
  • Ensinar o conceito de parábola.
  • Refletir nas implicações práticas de seus ensinamentos no cotidiano da criança.
  • Discutir formas de tornarmos o nosso coração uma terra preparada para as sementes do bem e para a Palavra de Cristo.
  • Realizar uma atividade artística e uma experiência biológica para reforço mnemônico dos conceitos aprendidos.

Materiais

Teatro

  • Fantoche de professora.
  • Fantoche de aluno da escola bíblica.
  • Gravura ilustrativa da Parábola do Semeador.
  • Power Point ou impressões do roteiro e das imagens.

Atividade

  • Vasos de barro.
  • Pigmentos naturais e cola branca atóxica para fazer a tinta.
  • Pincéis, copo com água, potinhos e guardanapos para pintar.
  • Terra e pedras para colocar nos vasos.
  • Sementes (alface, manjericão, feijão, etc.).
  • Regador e pazinha para terra.

Alternativos

  • Copos descartáveis para festa, em substituição aos vasos de barro.
  • Tintas guache atóxicas, em substituição aos pigmentos naturais.
  • Imagens do semeador da Web, se não possuir um jogo de gravuras especializadas.
Material para a atividade prática da aulinha.

Roteiro

Fantoche Professora:

(Slide 1) Bom dia, crianças! Bem-vindos à nossa escola bíblica dominical!

(Slide 2) Hoje nós vamos conhecer uma história incrível, que está nos livros de Mateus e de Marcos, na Bíblia. É uma parábola contada por Jesus.

(Slide 3) Parábolas são histórias curtas que utilizam a comparação ou a imaginação para nos ensinar lições importantes. Vamos conhecer a Parábola do Semeador?

(Slide 4) Era uma vez um semeador, que é a pessoa que lança sementes na terra.

(Slide 5-9) As sementes crescem e viram plantas, árvores, flores e frutos.

(Slide 10) Pois bem, o semeador saiu pelo campo espalhando suas sementes para plantá-las.

(Slide 11) Algumas sementes caíram na beira do caminho, não caíram na terra fofa da plantação. Então, vieram os pássaros e comeram essas sementes.

(Slide 12) Algumas sementes caíram em terrenos pedregosos, cheios de pedras, onde não havia muita terra. As sementes logo brotaram, mas como estavam plantadas na pedra, não tinham raízes o suficiente, não tinham água e alimento da terra para viver por muito tempo.

(Slide 13) Quando veio o sol forte, elas ficaram secas e murcharam (Slide 14).

(Slide 15) Algumas sementes caíram no meio dos espinheiros. Quando brotaram, os espinhos sufocaram as plantinhas e elas morreram.

(Slide 16) Mas uma parte das sementes caiu em terra boa, fofa, preparada para a plantação. E as sementes brotaram, viraram plantas saudáveis e fortes (Slide 17).

(Slide 19 a 20) E deram muitas flores e frutos, que foram colhidos pelo semeador! É isto que acontece com as sementes quando elas caem em solo fértil, em terra boa.

(Slide 21 e Gravura) Esta história Jesus contou para a multidão que o seguia, para explicar como funciona o nosso coração. (Mostrar e explicar a gravura)

Gravura da Parábola do Semeador.

Nesta parábola, que é um tipo de história curta, contada para nos ensinar uma lição, o coração é como a terra e o bem é como a semente. A semente é a Palavra de Deus, a sabedoria, o bem, as coisas certas que devemos fazer e pensar.

(Slide 22) Se o nosso coração for como a terra do caminho, quando o bem chegar ele não vai permanecer, o mal vencerá. Isto aconteceu com as sementes que os pássaros comeram. É como aquelas crianças que ouvem os adultos darem bons conselhos, falarem sobre Jesus, ensinarem coisas boas, mas a criança não aprende, ela não quer nem saber. Aquilo entra por um ouvido e sai pelo outro e a criança continua a fazer muita coisa errada.

(Slide 23) Se o nosso coração for como o terreno pedregoso, a gente até fica muito feliz quando aprende sobre Deus e começa a fazer as coisas certas com alegria. Mas logo vem o sol quente e as sementes do bem morrem no nosso coração, porque a plantinha, quando cresce em solo seco, não tem raízes e alimento. Tem criança que é bem assim. Quando o papai, a mamãe, a professora, ensinam a sabedoria de Cristo, a criança até começa a segui-la bem animada, mas aí vem as dificuldades, a impaciência, a preguiça de obedecer, os coleguinhas fazendo coisas erradas por perto, vem aquela vontade louca de aprontar e a criança não resiste, começa a fazer tudo errado de novo. Porque a plantinha do bem no coração dela, não tinha terra suficiente para crescer.

(Slide 24) Se o nosso coração for como as sementes que caíram entre os espinhos, sabemos o que é certo fazer, mas não conseguimos, porque o mal sufoca o bem. Por exemplo, nós sabemos que precisamos dividir os brinquedos, que quando ganhamos um brinquedo novo precisamos dar um brinquedo antigo para uma criança que tem menos do que nós. Sabemos que não precisamos ter todos os brinquedos do mundo para sermos felizes, podemos ficar satisfeitos com o que a gente já tem! Nós sabemos de tudo isto. Mas de vez em quando, não dá aquela vontade forte de não dividir nada com ninguém? De comprar todos os brinquedos que a gente vê pela frente? Pois é, isto é egoísmo, é consumismo. São os espinhos sufocando o bem no nosso coração.

(Slide 25 e 26) Agora, se o nosso coração for como a terra boa, fofa, preparada para a plantação, a semente do bem vai brotar, vai crescer, vai virar uma planta ou uma árvore enorme e teremos muitas flores e frutos do bem dentro de nós. Nós sentiremos e presença de Cristo perto de nós e teremos forças para fazer o que é certo.

(Slide 27) Não só isto, vamos compartilhar estes frutos com todo mundo ao nosso redor. Quando seguimos a Cristo e praticamos o bem, não só a gente mesmo, mas todo mundo ganha.

Nós temos que cuidar do nosso coração, para que a Palavra de Jesus, a sabedoria, os bons conselhos e as sementes do bem possam crescer dentro de nós, para que a gente possa ser cada dia melhor.

(Slide 28) O que a gente pode fazer para que o nosso coração seja uma terra boa para as sementes do bem? Vamos conversar?

Fantoche da professora Ana (qualquer semelhança com a realidade não é mera coincidência).

Discussão

Pergunte às crianças o que elas podem fazer para que o seu coração seja como uma terra fofa e boa para os ensinamentos de Jesus e para as sementes do bem. Ao longo da fala, fantoche do aluno e fantoche professora acrescentam:

  • Amar as pessoas e fazer para o outro aquilo que gostaríamos que fizessem conosco.
  • Dar lugar na nossa mente para bons pensamentos, deixando os pensamentos ruins passarem rapidamente.
  • Escolher amigos que fazem o bem para serem nossos melhores amigos, andar com pessoas que procuram sempre fazer o que é correto.
  • Falar “não” sempre que um amiguinho sugerir fazer alguma coisa errada.
  • Não assistir desenhos, vídeos e propagandas que ensinam coisas ruins ou violentas.
  • Dividir o que temos com as outras crianças. Dar um brinquedo antigo sempre que ganharmos um novo.
  • Ouvir bons conselhos dos mais velhos, como a mamãe, o papai, os avós, os tios, as professoras.
  • Arrepender, pedir desculpas quando erramos e mudar a atitude, para não cometer o mesmo erro.
  • Estudar e aprender as ideias verdadeiras e boas ensinadas em casa, na escola e na igreja, para não ficarmos acreditando em mentiras e coisas falsas.
  • Ouvir a voz de Deus em nosso coração, quando Ele nos avisa que estamos fazendo algo errado. A gente sente dentro da gente quando não estamos agindo como deveríamos, não é mesmo? É a voz de Cristo nos ensinando a Sua Palavra.
  • Ler muito, aprender com as histórias de Jesus na Bíblia e com outros livros que nos ensinam coisas boas.

Atividade

  • Fazer a tinta misturando os pigmentos naturais e a cola.
  • Pintar os vasos de barro e esperar secar (demora só alguns minutos).
  • Colocar terra num dos vasos e pedras no outro.
  • Plantar as sementes, regar e acompanhar.
  • Quando as plantas estiverem em um tamanho adequado, colher e adicionar em uma comida bem gostosa (salada, etc.).
  • Durante a atividade, aproveite para destacar as formas, texturas, cheiros e sabores dos materiais e das plantas.
  • Ao longo das semanas, lembrar às crianças que as sementes que não cresceram foram plantadas na pedra e as sementes que germinaram estavam em terra boa. Retomar os aspectos principais da parábola e os pontos de discussão.
  • Ler o livrinho A Parábola do Semeador, para recordar a lição.
  • Caso as sementes não brotem, consulte o roteiro Experiência Científica com as Sementes. A atividade pode ser feita mesmo que as sementes brotem normalmente, pois pode potencializar a lição da parábola e introduzir a criança no raciocínio científico.
Experimento com as sementes plantadas em diversas condições. Baixe o roteiro em Downloads a seguir.

Inclusão

Criança com deficiência visual:

  • Selecionar vasos com formatos diferentes para facilitar a identificação do conteúdo (terra e pedra).
  • Etiquetar os vasos com legendas em Braille (para crianças com literacia em Braille) ou formas recortadas em E.V.A. para identificar as sementes.
  • Realizar experiências sensoriais com as sementes, vasos, terra, pedras e plantas, apreciando seus formatos, texturas, umidade e cheiros.

Downloads

Parábola do Semeador – Livrinho em pdf

Parábola do Semeador – Roteiro de Aula

Parábola do Semeador – Slides em LibreOffice

Parábola do Semeador – Slides em PDF

Parábola do Semeador – Slides e Notas em PDF

Experimento científico com vasinhos – Roteiro em PDF

Experimento científico com vasinhos – Slides em LibreOffice

Experimento científico com vasinhos – Slides em PDF

Baixe gratuitamente o LibreOffice aqui

Clique na imagem para baixar o livrinho em pdf.

Referências

Gravura do Semeador: Coleção Bíblia, Catequese em imagem – Richad e Frances Hook, Edições Paulinas – 1982.

Fantoche professora: Fantoche customizado mediante encomenda, confeccionado por Retalhos e Sonhos.

Pigmentos naturais: Loja Bem Mineiro – Museu das Minas e do Metal (Belo Horizonte).

Imagens: Campo de trigo (Nikollet Harmat, Unsplash). Demais imagens de Ana Cecília Rocha Veiga.

Observação importante: Os produtos e links apresentados neste roteiro não têm nenhum vínculo comercial com a autora e foram indicados sem recebimento de qualquer benefício, desconto, patrocínio ou comissão. As referências servem apenas como crédito, facilitando ainda para os pais encontrarem os itens mencionados nas atividades, caso desejarem.

Agradecimentos: Alberto Nogueira Veiga e Paulo Rocha, pelos preciosos comentários e sugestões.

© Todos os direitos reservados, autorizado o uso não comercial, sem fins lucrativos.

Versão 1.4 – Última atualização em Maio de 2021.

Foto de Ana sorrindo. Ana é uma mulher branca de meia-idade, com grandes olhos castanhos e cabelos ondulados com mechas louras, na altura dos ombros.

Ana Cecília é professora da UFMG. Pesquisa gestão inclusiva e tecnologias da informação e comunicação para museus, bibliotecas e arquivos. Mora em Belo Horizonte, Brasil, com o esposo Alberto e seus dois filhos. Ama escrever, ler, desenhar e viajar.

Leia também

Newsletter


    Pular para o conteúdo